5 Minutos de Leitura

A pele é o maior órgão do corpo humano e está constantemente exposta a uma série de fatores de risco, como sol, vento, poeira e sujeiras de todos os tipos. Esses fatores costumam causar condições dermatológicas de diferentes níveis de complexidade, o que pode resultar no aparecimento de manchas brancas na pele.

A pele também se apresenta de várias formas, isto é, existem diferentes cores e tipos de pele — desde a normal até a oleosa —, e isso faz com que cada uma sofra certos danos de maneiras distintas. Mesmo não sendo as mais graves, ainda assim entre as mais comuns, estão as manchas brancas na pele.

Manchas amarronzadas ou rosadas, por exemplo, podem ser sinal de falta de uso constante de protetor solar até a não ingestão suficiente de água. Entre outras possibilidades estão o melasma, acne ou melanoma, e seus tratamentos podem variar bastante.

Mas e quando surge uma mancha branca na pele? O que isso significa? Para entender melhor sobre o assunto e os motivos do aparecimento dessas marcas, o DermaBlog trouxe um pequeno apanhado das possíveis causas e também algumas dicas de tratamento. Confira!

O que são as manchas brancas na pele?

Chamada de cientificamente de leucodermia gutata, as manchas brancas podem se apresentar de maneiras diferentes na pele. Normalmente, quando notadas, podem aparecer como pequenos focos esbranquiçados por todo o corpo, normalmente nos braços, pernas, costas e rosto, em tamanhos que variam entre 1mm e 10mm.

Suas causas podem ser desde a idade até a exposição excessiva ao sol. As lesões por exposição solar são causadas porque os raios UV atingem diretamente as células chamadas melanócitos, que dão a coloração mais escura da pele, alguns em maiores ou menos níveis. Quando danificadas, os melanócitos acabam morrendo e perdendo sua coloração, ficando brancos.

Em muitos casos, essas manchas podem não significar nada complexo. O uso de proteção solar diariamente pode ajudar bastante a evitar o aparecimento de complicações mais graves, como câncer de pele.

Mas existe, sim, a chance de essas manchas brancas serem muito mais do que apenas os fatores já apontados. Elas também podem ser consequência de problemas como infecção por fungo, dermatite, hipomelanose ou mesmo vitiligo. Venha e entenda um pouco mais sobre cada uma delas.

Fungo (Micose de Pele)

Também conhecida popularmente como micose de praia e pano branco, a micose na pele é causada por um fungo e sua decorrência é uma infecção que se desenvolve sobre a pele, causando nela coceiras e uma série de manchas brancas. Esse é, na verdade, um tipo de fungo que habita naturalmente na pele, e que com alterações externas acaba se multiplicando indefinidamente. Essa multiplicação acaba inibindo a produção de melanina no local onde está presente, causando assim as manchas brancas.

O aparecimento dessas manchas é muito mais frequente nas regiões das costas e no tronco, e você pode identificá-las facilmente, principalmente após banhos de sol. No caso, os locais onde a micose se faz presente não fica bronzeada. Um dos possíveis tratamentos para essa condição é o uso constante de protetor solar, mesmo em áreas fechadas e de pouca luminosidade solar.

Dermatite

A Dermatite é um tipo de inflamação bastante comum em crianças de colo, ainda que possa parecer em pessoas adultas, e pode causar o surgimento de manchas vermelhas e caroços, deixando, depois que passam, manchas brancas na pele que podem também causar coceiras.

Seu tratamento de cura pode ser feito através do uso de remédios corticoides. Em casos de erupções na pelo, pode ser necessário também o uso de anti-histamínico para aliviar as coceiras.

Hipomelanose

Também conhecida popularmente como hipomelanose do mestiço, a hipomelanose é bastante comum entre pessoas com algum tipo geral de alergia na pele. Essa condição pode causar manchas mais claras que o tom de pele da pessoa, muitas vezes melhorando seu aspecto e contraste com banhos de sol. Mesmo assim, sempre continuam mais claras que o restante do corpo.

Por não causar nada mais grave no primeiro momento, seu tratamento não é exato, mas recomenda-se o uso de proteção solar constante também.

Vitiligo

Ainda que não seja totalmente compreendida e suas causas também não sejam completamente conhecidas, a vitiligo é uma doença crônica que atinge a totalidade do corpo, levando ao surgimento de grandes manchas brancas na pele, inclusive no interior da boca. Entre algumas das causas possíveis estão alterações genéticas naturais ou mesmo alterações no sistema imune.

Por apresentarem manchas de tamanhos significativos no corpo, pessoas portadoras dessa doença necessitam de maiores cuidados contra radiação solar e dentre seus principais tratamentos estão o uso de pomadas e cremes com corticoides e/ou imunossupressores, a fototerapia e, claro, uso constante de protetor solar.

Procure sempre por um profissional especializado

Para que fique tudo muito claro, o nosso objetivo não é, e nunca foi, dar ou especular diagnósticos. De forma alguma. Nosso objetivo aqui é apenas explicar melhor e colocar em pauta algumas informações acerca desse assunto.

Tratamentos caseiros e indicações de medicamentos por pessoas fora da área da saúde devem ser totalmente evitados. Então, em casos desse tipo, é necessário procura um um médico dermatologista profissional que irá informar os melhores tratamentos e medicamentos.

Se você gostou desse conteúdo e quer saber mais sobre outros problemas e tratamentos para a pele ou até mesmo em como tirar manchas da pele, continue acompanhando todas as nossas informações sobre a saúde da pele aqui no DermaBlog. Faça bom uso dessas informações e até a próxima!

4.3/5 - (Total de avaliações: 3)