5 Minutos de Leitura

O protetor solar é um dermocosmético muito importante para nossa pele, como sabemos, pois a protege tanto da radiação da luz natural quanto da luz artificial, que podem causar manchas e estimular o envelhecimento precoce da pele. Mas e durante a noite, será que precisamos fazer o uso do protetor?

Acompanhe a Dermage na leitura deste conteúdo e saiba mais sobre o uso do protetor solar nos períodos noturnos e o que os profissionais da saúde recomendam! Boa leitura!

É preciso usar protetor solar à noite?

A necessidade do protetor solar à noite vai depender da sua rotina e exposição a luzes artificiais nesse período. Ou seja, se você não ficar com a pele exposta à luzes durante toda a noite, não há a necessidade de fazer o uso de protetor solar. Mas a recomendação é contrária caso você trabalhe ou estude nesse turno, especialmente se for utilizar computador ou smartphone e se sua pele for fotossensível.

mulher mexendo no celular na cama

A luz artificial, também conhecida como luz azul, possui impactos negativos para a pele, como apresentado pela farmacêutica Juliana Furukawa¹ em seu estudo sobre radiação. Este tipo de luz pode ter efeitos cutâneos, como: um aumento considerável dos danos nas células da pele, formação de maior quantidade de enzimas, hiperpigmentação e envelhecimento precoce.

Tudo isso ocorre porque as luzes artificiais possuem picos de ondas de até 490 nm, ou seja, são luzes de alta potência que incidem diretamente sobre nossa pele, causando danos ao longo do tempo. Portanto, avalie a sua rotina e veja se o uso de protetor solar se faz necessário.

O que acontece se usar protetor solar à noite?

O uso de protetores solar à noite tem os mesmos efeitos de quando são usados durante o dia, o de proteger a pele contra a radiação. Se você costuma dormir à noite, não recomendamos o uso do produto. Pois, nesses casos, você pode optar por um hidratante facial, por exemplo, que trará maiores benefícios durante o sono.

Caso você sinta a necessidade de fazer o uso do produto, você deve passá-lo em toda a pele que ficará exposta. Para isso, recomendamos que você visite nosso post onde ensinamos como usar o protetor solar em diferentes partes do corpo, a quantidade recomendada e ainda mostramos algumas dicas para você escolher o melhor produto para a sua pele.

Lembre-se de que sua pele precisa de uma skincare que a beneficie, então é interessante que você utilize os cosméticos adequados nos horários e na quantidade indicadospor um dermatologista. Evitando, assim, o uso desnecessário de produtos que não auxiliem em seus cuidados ou tratamentos.

Protetor solar clareia a pele? Mito ou verdade?

Muitas pessoas fazem o uso desorientado do cosmético esperando um clareamento da pele, mas a verdade é que o protetor solar não clareia a pele.

Como o nome sugere, o produto tem um fator de prevenção e, como exposto pela farmacêutica Cristiane Felippe em sua pesquisa sobre melasma², o protetor solar age como um estabilizador da pigmentação e manchas, especialmente para quem possui quadros de melasma, impedindo que as marcas apareçam.

Para clarear a pele, faz-se necessário o uso de potencializadores de clareamento que reduzem ou bloqueiam a produção da melanina no corpo. Alguns exemplos de dermocosméticos que clareiam a pele são: o ácido kójico, a hidroquinona ou até mesmo o famoso ácido retinóico. Conheça mais sobre os principais ácidos para o rosto e como usá-los em nosso conteúdo sobre o assunto!

Pode usar protetor solar no lugar do hidratante?

Atualmente, existem produtos que possuem fotoproteção e ainda agem como hidratantes faciais. Como é o caso dos protetores faciais com vitamina C, que, além de protegerem, hidratam e uniformizam o tom da pele, podendo também ser utilizados como hidratante.

Caso o cosmético ofereça apenas a função de proteção contra os raios de luz UVA, UVB ou as artificiais, ele não age na hidratação da pele³, exigindo o uso de um produto diferente para que sua pele seja tanto protegida quanto hidratada.

No entanto, você pode fazer o uso dos dois cosméticos, aplicando uma loção ou creme hidratante primeiro e finalizando com um protetor solar.

Muitas pessoas ficam em dúvidas sobre o uso do protetor solar, o que se torna recorrente fazer sua aplicação incorretamente. Seja em horários desnecessários ou até mesmo como uma função que não atende às recomendações de uso do produto. É importante que você sempre siga as orientações de profissionais especializados e as do fabricante do produto. Além de sempre seguir com todos os cuidados respeitando o seu tipo de pele.

O uso incorreto do protetor solar pode acabar não protegendo a sua pele contra os diferentes graus de queimaduras. Agora que você já sabe sobre o uso do protetor solar à noite, siga a sua leitura em nosso conteúdo em que trazemos dicas de como cuidar e prevenir queimaduras do sol.

E não deixe de acompanhar o blog da Dermage! Toda semana temos conteúdo novinho sobre cuidados e tratamentos para a pele! Nossos materiais são todos orientados por profissionais da saúde para você ler com segurança!

Referências:

¹ FURUWAKA, Juliana Yuka. Radiação ultravioleta, infravermelha, visível e artificial: impactos biológicos na pele. Monografia FCF-USP, 2019.

² FELIPPE, Cristiane de Souza. A Função do farmacêutico esteta no tratamento do melasma. Monografia, FAEMA, 2021.

³ CORTEZ, MACHADO, VERMELHO, TEIXEIRA e CORTEZ. O conhecimento e a utilização de filtro solar por profissionais da beleza. Artigo Científico. Ciênc. saúde colet, 2016.

Avalie este post